top of page

Bem-vindo, mês de fevereiro! Em breve, lançaremos a quarta edição: A Felicidade Que Nasce da Oração


Esse mês esgotaremos a terceira edição do livro A Felicidade Que Nasce da Oração, restam apenas 20 unidades! Estamos nos preparando para a sua quarta edição!


A Editora Girassol teve a honra de ter a obra prefaciada pela professora doutora titular da UNICAMP, Elisabete Monteiro de Aguiar Pereira, a qual temos orgulho em compartilhar:


Prefaciar uma obra é um convite honroso, pois significa, literalmente, “dizer antes”. É um termo que vem do latim – prae (antes) fatio (dito) e traz a ideia de apresentar aos leitores, um panorama do que irão ler. Estou feliz com o convite da autora Tereza Barreto para prefaciar esta obra e por ser uma das pessoas que testemunhou o seu nascimento. Ela se originou dos testemunhos de milagres narrados pelo grupo da novena Nossa Senhora das Graças que, desde 12 de abril de 2020, faz diariamente, às 15 horas, a oração do terço, cada um em sua casa e se comunicando pelo WhatsApp. Este grupo se iniciou em tempos sombrios, mas sempre se alimentou da esperança e da fé. É sobre as graças alcançadas pelas pessoas deste grupo que trata esta edificante obra. É um livro sobre a ligação do coração humano com o Divino.

A Tereza Barreto reuniu e organizou nesta publicação os relatos de milagres alcançados pelas pessoas durante esse tempo. Um tempo pequeno para tantas respostas! As histórias deste livro são reais. São testemunhos de bênçãos alcançados por pessoas como você e eu.

Cada história faz com que sintamos a relação intrínseca do espiritual com o cotidiano de nossas vidas. Cada história nos fortalece na fé, nos alimenta na confiança do Divino, nos faz crer no agir de Deus, de Jesus Cristo, da Virgem Maria, nossa Mãe Santíssima, em nossas vidas. Faz perceber os sinais, às vezes por meio de inspirações, que desvelam a presença Divina na condução das questões da nossa vida.

A Tereza Barreto é uma benção na vida das pessoas deste grupo que, até hoje, não parou de crescer. Ela une o grupo com sua doçura e profunda capacidade de amar o semelhante. Tem palavras de ternura, de acolhimento, de sustentação que penetram em nossa alma desencadeando viva sensação de paz e harmonia, de fé e esperança. A Teresa cria oportunidades para que cada um de nós encontre, em si, a coragem e a força necessárias para a superação de seus problemas. Para que cada um, ao rezar o terço, se nutra do amor de Deus e se aprofunde na fé. Para que cada um possa sentir que a fé é um guia de direção para os caminhos, às vezes incertos, às vezes tumultuados, de nossa existência. A Tereza tem nas palavras uma força incrível de descortinar o sagrado, de mover em nós o mais forte e mais profundo sentimento de gratidão pela vida.


O livro é o testemunho da fé testada. A ideia de organizar esses testemunhos em uma obra, só pode ter sido inspirada por Nossa Senhora. É uma obra de extraordinário valor que nos faz criar raízes com nossas crenças espirituais ou criar novos olhares para elas.

A escrita da Terezinha é um modelo de singeleza e espontaneidade. Ela escreve com a alma e suas palavras têm a força de um imã que nos captura, nos acolhe, nos nutri, nos ilumina e preenche. Quanto mais se lê, mais se quer ler. É um daqueles livros que mudam a nossa vida logo nas primeiras páginas. Impossível sair o mesmo depois desta leitura.

E que feliz título ela deu ao livro “A Felicidade que nasce da Oração”.

A felicidade e um dos anseios mais legítimos do ser humano. E um estado que se atinge por inteiro, em momentos da nossa caminhada de vida. Não é um estado fortuito, mas construído em nosso íntimo e vivido em sua plenitude enquanto o experimentamos. Em nossa vida temos muitos momentos felizes e o momento da oração do terço à Nossa Senhora das Graças oferece esse momento de plenitude, de contentamento, e preenchimento. É quando a inquietude, a ansiedade e o sofrimento se acalmam e dão espaço para a esperança, para a confiança e o júbilo. A felicidade que vem da alma, ilumina o nosso interior e se resplandece em brilho no olhar, expressando bem-estar espiritual e paz interior.

A definição de felicidade tem sido buscada por filósofos, religiosos e psicólogos e tem sido explicada com referências a estados físicos e emocionais. A felicidade é um sentimento simples e pode ser encontrada nas atividades e emoções positivas, no viver o momento presente, no viver o momento do “agora”. O “agora” releva as marcas do passado e estrutura novos momentos para o futuro que vão surgindo como magnetismo puxados pela positividade. A felicidade é uma jornada e não uma chegada, são momentos presentes no percurso da estrada da vida que o grupo de oração nos ajuda a trilhar. Mesmo com grande dor ou muitos problemas, a oração das 15 horas nos ajuda a vê-los mais leves, a ter confiança na entrega e a Tereza Barreto, com suas palavras doces e positivas, estimula-nos a encontrarmos a paz de espírito, a leveza necessária para os solucionar. Ela compartilha seu enorme afeto, sua acolhida e bondade com cada um do grupo.


O outro termo que compõe o título do livro é “oração”, que quer dizer a ação de orar. Orar é apresentar a Deus, mediante Jesus Cristo, Espírito Santo e Nossa Senhora, nossos pedidos, desejos, necessidades e agradecimentos. É o elo que fazemos intencionalmente com o Divino. É a comunicação e o fruto consciente do relacionamento com Deus. É simplesmente falar com Deus. E, muitas vezes, Deus responde nossas orações por meio de outras pessoas. Ele pode colocá-las em nossa vida no momento certo, para que deem ou sejam a resposta que procuramos. É assim que é a Tereza Barreto para esse grupo de oração.


Se me pedissem para resumir em poucas palavras o valor de um livro, eu diria que é aquele que permanece em nós depois da leitura. Esse é o caso deste livro. Tenho convicção que você está sendo abençoado só por ter este livro em suas mãos, por conhecer e alimentar seu espírito com os testemunhos de milagres narrados nele.

Elisabete Monteiro de Aguiar Pereira

17 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page