top of page

Acredito em milagres: reflexões após a Oficina Bola da Felicidade em Araçatuba-SP.

Bragança Paulista, primeiro de março de 2023.


Queridos amigos,

Sim, eu acredito, acredito e acredito em milagres. Amém, e assim seja!


Neste primeiro de março de 2023, depois de um período de ausência, os anjos de luz vieram me acordar às 4h da madrugada. Glórias a Deus! Que Ele seja louvado agora e sempre, amém!


Assim que retornei da nossa abençoada e inesquecível Oficina Bola da Felicidade, em Araçatuba-SP, coordenada magnificamente pela multiplicadora desse projeto que já está plantando felicidade, amor e bondade naquela cidade, Maria Lúcia, muitos milagres aconteceram. Inclusive um violento tombo aqui no quintal de casa, numa manhã chuvosa, uns dois dias após a volta dessa viagem, que não aconteceu nada grave.

















Tem milagres que aparentemente não são bons, pois nos trazem dores físicas terríveis e a necessidade do uso de analgésicos para amenizar as dores, mudando nossa rotina, nos distraindo e quase nos tirando do foco e dos objetivos essenciais da nossa missão maior aqui neste ciclo de eternidade!















Graças a Deus, os dias melhores voltaram, tanto que ontem à tarde consegui abrir a mala e dançar de felicidade ao contemplar os lindos presentes que recebi com tanto carinho daquelas criaturas fantásticas de Araçatuba-SP.














Dentre os inúmeros presentes, tem um que Luís vai amar. Trata-se de um miniônibus da Viação Reunidas, cheio de doces!! Luís ama doces, eu também!







Que o nosso mês de março seja pleno de doçuras, gestos e atitudes amorosas, e que sempre nos lembremos que as sementes de docilidades, amorosidade, paciência e resiliência estão todas guardadas dentro de cada um de nós. E que a nossa grande missão é externá-las àqueles que estão bem pertinho de nós, de preferência em silêncio, para que nossos gestos inéditos de doçuras possam acordar novas emoções e sentimentos nos seres humanos deste mundo vestidos de amargura. Amém!


Tereza Barreto


29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page